Por que a vacinação é importante?

A vacinação é fundamental para prevenir doenças infectocontagiosas, como sarampo, caxumba, rubéola e catapora. Ela estimula o sistema imunológico a produzir anticorpos específicos contra os agentes causadores dessas enfermidades, proporcionando imunidade tanto individual quanto coletiva, contribuindo para a proteção de toda a comunidade.

O que é

TRÍPLICE VIRAL

A vacina tríplice viral recebe essa denominação justamente por reunir, em uma só injeção, três tipos de imunizações diferentes. É composta de vírus vivos atenuados contra o sarampo, caxumba e a rubéola. Todos os elementos que estão presentes nessa vacina obrigatória são altamente eficazes e imunogênicos. Isso permite que a pessoa esteja imune por, praticamente, a vida toda. O indivíduo começa a ficar protegido cerca de duas semanas após a vacinação.

Quais são os

Sintomas da TRÍPLICE VIRAL?

Os sintomas das doenças protegidas pela vacina tríplice viral incluem:

Sarampo:
  • Manchas avermelhadas na pele;
  • Febre;
  • Tosse;
  • Mal-estar;
  • Conjuntivite;
  • Coriza;
  • Perda de apetite;
  • Manchas brancas na parte interna das bochechas.
Caxumba:
  • Inchaço e dor nas glândulas salivares;
  • Febre;
  • Dor de cabeça;
  • Fadiga;
  • Fraqueza;
  • Perda de apetite;
  • Dor ao mastigar e engolir.
Rubéola:
  • Febre leve;
  • Manchas vermelhas na pele;
  • Dor de cabeça;
  • Dor nos músculos;
  • Congestão nasal
  • Dificuldade para engolir;
  • Ínguas inchadas.
ADMINISTRAÇÃO DA

VACINA CONTRA TRÍPLICE VIRAL

Esquema de Dose

Duas doses, com intervalo mínimo de um mês, aplicadas a partir dos 12 meses de idade.

Em situação de risco para o sarampo — surtos ou exposição domiciliar, por exemplo – a primeira dose pode ser aplicada a partir dos 6 meses de idade. Essa dose, porém, não deve ser considerada como dose válida para o cumprimento do esquema de rotina: continuam a ser necessárias duas doses a partir dos 12 meses, com intervalo mínimo de 1 mês.

Como rotina para crianças, as sociedades brasileiras de Pediatria (SBP) e de Imunizações (SBIm) recomendam duas doses: uma aos 12 meses e a outra aos 15 meses, podendo ser usadas a vacina SCR ou a combinada SCR-V (tetraviral).

Para crianças mais velhas, adolescentes e adultos não vacinados ou sem comprovação de doses aplicadas, a SBIm recomenda duas doses, com intervalo de um a dois meses.

Em casos de surto de caxumba ou sarampo, pode ser considerada a aplicação de uma terceira dose em pessoas com esquema completo. Não há, no entanto, evidências que justifiquem essa dose na rotina.

Possíveis Reações

  • Ardência;
  • Vermelhidão no local de aplicação;
  • Febre.

Indicação

  • Crianças;
  • Adolescentes;
  • Adultos.
TRÍPLICE VIRAL

Cuidados para a vacinação

As contraindicações para a vacina tríplice viral incluem:

  • Gestantes;
  • Pessoas com comprometimento da imunidade por doença ou medicação;
  • História de anafilaxia após aplicação de dose anterior da vacina ou a algum componente.

Consulte uma de nossas enfermeiras especializadas para obter orientações personalizadas sobre as vacinas recomendadas para cada faixa etária

Consulte uma de nossas enfermeiras especializadas para obter orientações personalizadas sobre as vacinas recomendadas para cada faixa etária

Vacinação contra a

TRÍPLICE VIRAL

A vacina tríplice viral recebe essa denominação justamente por reunir, em uma só injeção, três tipos de imunizações diferentes. É composta de vírus vivos atenuados contra o sarampo, caxumba e a rubéola. Todos os elementos que estão presentes nessa vacina obrigatória são altamente eficazes e imunogênicos. Isso permite que a pessoa esteja imune por, praticamente, a vida toda. O indivíduo começa a ficar protegido cerca de duas semanas após a vacinação.

Ir para o topo
Logo Pasteur

Sobre

O Pasteur

Unidades

Orçamento Empresas

Ouvidoria

Trabalhe Conosco

Politica de Qualidade

Serviços

Exames Laboratoriais

Check-Ups

Exames Genéticos

Sexagem Fetal

Teste do Pezinho

Toxicológico

Vacinas

Contato

19 3471-2294 sac@labpasteur.com.br
Logo Pasteur

Redes Sociais

19 3471-2294 sac@labpasteur.com.br
Posso ajudar?